Amor

Pirava no ar
O ponteiro pairava no relógio
O tempo se abriu
Se fez em linha reta

Seguiu

livre do ciclo
Alforre no círculo

Aceno ao tempo

Uni meus dois amores
se amaram e me negaram
Soprou e fugiu
Meu homem e o vento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s